| Verdadeiro Dom de Línguas |

 

[ Retornar ]

 

 

 

 

 A xenoglossia supra-normal (Milagre) é enormemente superior (impossível confundir) com a xenoglossia extranormal, ou com o que o povo pensa ser o Dom de Línguas (falar frases ou palavras sem sentido).

 São Pedro, no dia de Pentecostes falou, ao mesmo tempo, em 18 línguas diferentes! Ou nenhuma; ou numa só! Mas, foi entendido em 18 línguas diferentes, contando as 3.000 pessoas que se batizaram e as que não se batizaram.

 São Vicente Ferrer falou em todas as línguas e dialetos da Europa de seu tempo. Ia a um lugar e pregava o dia inteiro, sem sotaque, na língua daquela nação. No dia seguinte ia a outro lugar, a mesma coisa. Ia a um lugarejo e pregava no seu dialeto, sem sotaque, o dia inteiro. Em todas as línguas e dialetos de todos os lugares que visitou. Isso é milagre!

 São Francisco Xavier falou em QUATROCENTAS línguas da Índia de sua época! Pregava o dia inteiro em um lugar. Ia a outro lugar, a língua dele... 400 línguas e dialetos!

 São Antônio de Pádua, no Consistório, falou, ao mesmo tempo, em latim, grego, hebraico, italiano, francês, alemão, russo, inglês, espanhol, português e outras muitas línguas da época. Repito, falou ao mesmo tempo em todas essas línguas; ou em nenhuma, ou numa só! Mas foi entendido em todas! Isso é o Dom de Línguas!!!

 Isso de ficar "blábláblá" (repetindo frases ou palavras sem sentido, que ninguém entende, balbuciando), é xenoglossia de todas as épocas, povos e ambientes (ocorre em todos os ambientes, sendo um tipo de transe). Não tem nada haver com espíritos dos mortos, demônios, etc... todas as religiões têm isso!

 Agora, casos como esses que citei, milagres, só o catolicismo! Pela ordem na história: ambiente Judaico-Cristão-Católico.

Oscar G. Quevedo S.J

 

 

 

______________

Copyright 2003 - Paróquia Divino Espírito Santo - Maceió/AL

http://www.divinoespiritosanto.cjb.net