| A Parapsicologia e o Novo Milênio |

 

[ Retornar ]

 

 

A Parapsicologia tem o mérito de demonstrar que toda uma série de fenômenos extraordinários, interpretados supersticiosamente, são na realidade efeito de faculdades humanas.

 Como por exemplo o conhecimento do futuro. Existem pessoas capazes de parapsicologicamente conhecer (espontâneo, incontrolável e inconsciente) alguns fatos geralmente emocionais do futuro: precognição. É uma divisão da popularmente chamada Telepatia.

 Está, porém, muito bem comprovado cientificamente, que as previsões a longo prazo (mais de 200 anos) não acontecem. Esse é o caso de Nostradamus, que formula suas previsões numa linguagem sibilina, ambígua. E, portanto, podem ser interpretadas de maneiras diferentes e adaptadas por seus discípulos às conveniências.

 Além de que outras "precognições" podem ser explicadas por fraude, astúcia, casualidades, inibição e sugestão. Artimanhas que iludem são muito usadas por videntes, cartomantes, sortistas, horoscopistas, astrólogos..., e os espertalhões e charlatões contam com a credulidade das massas.

 Com o novo milênio, as pessoas sentem um misto de medo e esperança... Mas também esperança de uma era nova. Essa incerteza leva à busca do transcendente, do sobrenatural. E quem não conhece uma resposta segura da Religião e da Ciência, recorre à magia, à superstição... É o que vem acontecendo. Nunca se falou tanto em ocultismo, gnomos, previsões, seres espaciais... Tudo sem fundamentação científica alguma. O final dos tempos anunciado na Bíblia deve ser interpretado e identificado com a morte.

 Cada um que morre, para este é o final de "seu" tempo. Será julgado por Deus e receberá seus prêmios segundo seus méritos.

 Que tem cultura religiosa lembra dos ensinamentos de Cristo a este respeito: "Atenção para que ninguém vos engane... Daquele dia e da hora, ninguém sabe, nem os anjos dos céus nem o filho (ninguém está autorizado a revelar), mas só o Pai" (Mt 24,3.36; Mc 13,32; Lc 21,7-9). E aquela outra frase: "Não vos compete conhecer os tempos e os momentos que o Pai reservou" (At 1,6-7).

 Márcia Regina Cobêro

 

 

 

 

 

______________

Copyright 2003 - Paróquia Divino Espírito Santo - Maceió/AL

http://www.divinoespiritosanto.cjb.net