Orações

 

 

 

1. MISERERE (TENDE PIEDADE) (SALMO 50)

 

Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia!

Na imensidão de Vosso amor, purificai-me!

Do meu pecado, todo inteiro, me lavai, e apagai completamente a minha culpa !

Eu reconheço toda a minha iniqüidade, o meu pecado está sempre à minha frente.

Foi contra Vós, só contra Vós, que eu pequei, e pratiquei o que é mau aos Vossos olhos.

Mostrais assim quanto sois justo na sentença, e quanto é reto o julgamento que fazeis.

Vede, Senhor, que eu nasci na iniqüidade e em pecado minha mãe me concebeu.

Mas Vós amais os corações que são sinceros, na intimidade me ensinais a sabedoria.

Aspergi-me e serei puro do pecado, e mais branco do que a neve ficarei.

Fazei-me ouvir cantos de festa e de alegria, e exultarão estes meus ossos que esmagastes.

Desviai o Vosso olhar dos meus pecados e apagai todas as minhas transgressões!

Criai em mim um coração que seja puro, dai-me de novo um espírito decidido.

Ó Senhor, não me afasteis de Vossa face, nem retireis de mim o Vosso Santo Espírito!

Dai-me de novo a alegria de ser salvo e confirmai-me com espírito generoso!

Ensinarei Vosso caminho aos pecadores, e para Vós se voltarão os transviados.

Da morte como pena, libertai-me, e minha língua exaltará Vossa justiça!

Abri meus lábios, ó Senhor, para cantar, e minha boca anunciará Vosso louvor!

Pois não são de Vosso agrado os sacrifícios, e, se oferto um holocausto, o rejeitais.

Meu sacrifício é minha alma penitente, não desprezeis um coração arrependido!

Sede benigno com Sião, por Vossa graça, reconstruí Jerusalém e os seus muros!

E aceitareis o verdadeiro sacrifício, os holocaustos e oblações em Vosso altar!

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

 

 

2 - GLÓRIA AO CRIADOR

 

Deus, vinde em nosso auxílio.

Senhor, socorrei-nos e salvai-nos.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.

Ao Pai e ao Filho, Jesus, tributemos toda a glória louvor ao Espírito Santo, à Trindade, louvor e vitória. Amém.

Criador do universo, que o criais cada momento, com saber Vós separastes as águas, do firmamento.

Infundi em nós, Pai Santo, o dom perene da graça, para que das más paixões sempre inimigos nos faça.

Com as nuvens fazei sombra, com os rios dai frescor; o sol tempera as águas, à terra dá seu calor.

Nossa fé a luz encontre e difunda seu clarão; que nada impeça a alma do impulso da ascensão.

 

 

 

3 - SALMO 94 (Invitatório)

 

Vinde, manifestemos nossa alegria ao Senhor, Aclamemos o rochedo de nossa salvação; Apresentemo-nos diante Dele com louvores, E cantemos-Lhe alegres cânticos.

Porque o Senhor é um Deus imenso, Um rei que ultrapassa todos os deuses, Nas Suas mãos estão as profundezas da terra, E os cumes das montanhas Lhe pertencem.

Dele é o mar, Ele o criou, Assim como a terra firme, obra de Suas mãos.

Vinde, inclinemo-nos em adoração, De joelhos diante do Senhor que nos criou.

Ele é nosso Deus; Nós somos o povo de que Ele é o pastor, As ovelhas que as suas mãos conduzem.

Oxalá ouvísseis hoje a Sua voz:

-Não vos torneis endurecidos como em Meribá, Como no dia de Massá no deserto, Onde vossos pais Me provocaram, E me tentaram apesar de terem visto as Minhas obras.

Durante quarenta anos desgostou-Me aquela geração, E Eu disse: É um povo de coração desviado, Que não conhece os Meus desígnios.

Por isso, jurei na Minha cólera, Não hão de entrar no lugar do Meu repouso.

 

 

 

4 - Ó MEU DEUS, TRINDADE QUE ADORO (Beata Elisabete da Trindade)

 

Ó meu Deus, Trindade que adoro, ajudai-me a esquecer-me inteiramente, de mim mesma, para me fixar em Vós, imóvel e calma, como se minha alma estivesse já na eternidade: que nada possa perturbar-me a paz, nem me fazer sair de Vós, ó meu Imutável, mas que cada instante me leve mais avante na profundidade de Vosso mistério.

Apaziguai-me a alma, fazei dela o Vosso céu, Vossa morada preferida, o lugar de Vosso repouso: que aí jamais Vos deixe só, mas que esteja toda inteira, totalmente desperta em minha fé, toda em adoração, completamente entregue à Vossa ação criadora.

Ó Cristo, meu amado crucificado por amor, quisera ser uma esposa para o Vosso coração, quisera cobrir-Vos de glória, amar-Vos...até morrer de amor. Sinto, porém, a minha fraqueza e peço-Vos me revistais de Vós mesmo, identificando a minha alma com todos os movimentos da Vossa, submergindo-me em Vós, invadindo-me, substituindo-Vos a mim para que a minha vida seja uma verdadeira irradiação da Vossa. Vinde a mim como adorador, como reparador, como salvador.

Ó Verbo eterno, palavra de meu Deus, quero passar a vida a ouvir-Vos, quero ser de uma docilidade absoluta para tudo aprender de Vós: e, depois, através de todas as trevas, todos os vácuos, todas as fraquezas, quero fitar-Vos sempre e ficar sob a Vossa grande luz. Ó meu Astro amado, fascinai-me para que não me seja mais possível sair de Vosso clarão radioso.

Ó fogo consumidor, Espírito de amor, vinde a mim, para que se opere em minha alma como uma encarnação do Verbo: que eu seja para Ele um acréscimo de humanidade na qual renove todo o seu mistério: e Vós, ó Pai, inclinai-Vos sobre Vossa pobre criatura, só considerando nela o muito Amado, no qual pusestes todas as Vossas complacências.

Ó meu -Três-, meu tudo, minha beatitude, solidão infinita, imensidade onde me perco, entrego-me a Vós como uma presa, sepultai-Vos em mim, para que eu me sepulte em Vós, enquanto espero ir contemplar em Vossa luz o abismo de Vossas grandezas.

 

 

 

5 - CLAMOR DE MOISÉS (EX 34,9)

 

-Se tenho o Vosso favor, Senhor, dignai-Vos marchar no meio de nós: somos um povo de cabeça dura, mas perdoai as nossas iniqüidades e nossos pecados, e aceitai-nos como propriedade vossa.-

 

 

 

6 - PAI NOSSO

 

Pai Nosso, que estais no céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso Reino, seja feita a Vossa vontade assim na terra como no céu.

O pão nosso de cada dia nos dai hoje, perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

 

 

 

7 - AVE MARIA

 

Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é Convosco, bendita sois Vós entre as mulheres, e bendito é o fruto do Vosso ventre, Jesus.

Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

 

 

 

8 - ATO DE FÉ

 

Eu creio firmemente que há um só Deus, em três pessoas realmente distintas, Pai, Filho e Espírito Santo. Creio que o Filho de Deus Se fez homem, padeceu e morreu na cruz para nos salvar e ao terceiro dia ressuscitou. Creio em tudo o mais que crê e ensina a Santa Igreja Católica, porque Deus, Verdade infalível, o revelou. Nesta crença quero viver e morrer.

 

 

 

9 - ATO DE ESPERANÇA

 

Eu espero, meu Deus, com firme confiança, que, pelos merecimentos de nosso Senhor Jesus Cristo, me dareis a salvação eterna e as graças necessárias para consegui-la, porque Vós, sumamente bom e poderoso, o haveis prometido a quem observar o Evangelho de Jesus, como eu proponho fazer com o vosso auxílio.

 

 

 

10 - ATO DE CARIDADE

 

Eu Vos amo, meu Deus, de todo o meu coração e sobre todas as coisas, porque sois infinitamente bom e amável, e antes quero perder tudo do que Vos ofender. Por amor de Vós amo ao meu próximo como a mim mesmo.

 

 

 

11 - ATO DE CONTRIÇÃO

 

Senhor meu Jesus Cristo, Deus e homem verdadeiro, Criador e Redentor meu, por serdes Vós quem sois, sumamente bom e digno de ser amado sobre todas as coisas, porque Vos amo e estimo pesa-me Senhor de todo o coração por Vos ter ofendido; pesa-me também por ter perdido o céu e merecido o inferno, mas eu proponho com o auxílio de Vossa divina graça emendar-me e não mais Vos ofender, espero alcançar o perdão de minhas culpas pela Vossa infinita misericórdia. Amém.

 

 

 

12 - MEU JESUS CRUCIFICADO

 

(Ato de contrição)

 

Meu Jesus, crucificado por minha culpa, estou arrependido de ter pecado, pois ofendi a Vós que sois tão bom, e mereci ser castigado neste mundo e no outro.

 

 

 

13 - SENHOR, DETESTO

 

(Ato de contrição)

Senhor, detesto todos os meus pecados porque eles me tornaram indigno de receber-vos no meu coração, e proponho, com a Vossa graça, nunca mais os cometer, evitar as ocasiões de pecar e fazer penitência. Amém.

 

 

 

14 - DAS PROFUNDEZAS EU CLAMO

 

(Salmo 129 - -De Profundis-)

 

Das profundezas eu clamo a Vós, Senhor, escutai a minha voz!

Vossos ouvidos estejam bem atentos, ao clamor da minha prece.

Se levardes em conta nossas faltas, quem haverá de subsistir?

Mas em Vós se encontra o perdão, eu Vos temo e em Vós espero.

No Senhor ponho a minha esperança, espero em Sua palavra,

A minha alma espera no Senhor mais que o vigia pela aurora.

Espere Israel pelo Senhor mais que o vigia pela aurora!

Pois no Senhor se encontra toda graça e copiosa redenção.

Ele vem libertar a Israel de toda a sua culpa.

 

 

 

 

15 - HINO DE LOUVOR - GLÓRIA A DEUS

 

Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens por Ele amados. Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai Todo-Poderoso nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nósVos glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória. Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai, Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós, Vós que tirais os pecados do mundo, acolhei a nossa súplica, Vós, que estais à direita de Deus Pai, tende piedade de nós, só Vós sois o Santo, só Vós o Senhor, só Vós o Altíssimo Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amém.

 

 

 

 

 

16 - PROFISSÃO DE FÉ - CREIO

 

(Símbolo Niceno-Constantinopolitano)

 

Creio em um só Deus, Pai Todo-Poderoso, criador do céu e da terra, de todas as coisas visíveis e invisíveis. Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigênito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos. Deus de Deus, luz da luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, gerado, não criado, consubstancial ao Pai. Por ele todas as coisas foram feitas. E por nós, homens, e para nossa salvação, desceu dos céus, e se encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria, e se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos, padeceu e foi sepultado. Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as escrituras, e subiu aos céus, onde está sentado à direita do Pai. E de novo há de vir, em sua glória, para julgar os vivos e os mortos; e o seu reino não terá fim. Creio no Espírito Santo, Senhor que dá a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado; Ele que falou pelos profetas. Creio na Igreja, una, santa, católica e apostólica. Professo um só batismo para a remissão dos pecados, e espero a ressurreição dos mortos e a vida do mundo que há de vir. Amém.

 

 

 

 

17 - PROFISSÃO DE FÉ - CREIO

 

(Símbolo dos Apóstolos)

 

Creio em Deus Pai Todo-Poderoso, criador do céu e da terra; e em Jesus Cristo, Seu único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado, desceu à mansão dos mortos; ressuscitou ao terceiro dia; subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai Todo-Poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos; creio no Espírito Santo; na santa Igreja católica, na comunhão dos Santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.

 

 

 

 

18 - TE DEUM

 

(A Vós, ó Deus)

 

Concede-se indulgência parcial ao fiel que recitar o hino -Te Deum- (A vós, ó Deus) em ação de graças, e será plenária, quando recitado em público no último dia do ano.

A Vós, ó Deus louvamos, a Vós, Senhor, cantamos.

A Vós, eterno Pai, adora toda a terra.

A Vós cantam os anjos, os céus e os seus poderes:

Sois Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do universo!

Proclamam céus e terra, a Vossa imensa glória.

A Vós celebre o coro glorioso dos apóstolos.

Vos louva dos profetas, a nobre multidão e o luminoso exército dos Vossos santos mártires.

A Vós por toda a terra, proclama a Santa Igreja, Ó Pai onipotente, de imensa majestade.

E adora juntamente, o Vosso Filho único, Deus vivo e verdadeiro, e ao Vosso Santo Espírito.

Ó Cristo rei da glória, do Pai eterno Filho, nascestes duma Virgem, a fim de nos salvar.

Sofrendo Vós a morte, da morte triunfastes, abrindo aos que tem fé, dos céus o reino eterno.

Sentastes à direita de Deus, do Pai na glória, Nós cremos que de novo, vireis como juiz.

Portanto, Vos pedimos: salvai os Vossos servos, que Vós, Senhor, remistes, com sangue precioso.

Fazei-nos ser contados, Senhor, Vos suplicamos, em meio a Vossos santos, na Vossa eterna glória.

Salvai o Vosso povo, Senhor, abençoai-o.

Regei-nos e guardai-nos, até a vida eterna.

Senhor, em cada dia, fiéis, Vos bendizemos, louvamos o Vosso nome, agora e pelos séculos.

Dignai-Vos, neste dia, guardar-nos do pecado.Senhor, tende piedade de nós, que a Vós clamamos.

Que desça sobre nós, Senhor, a Vossa graça, porque em Vós pusemos, a nossa confiança.

Fazei que eu, para sempre, não seja envergonhado:

Em Vós, Senhor, confio, sois Vós minha esperança!

 

 

 

19 - LIVRAI-NOS, Ó PAI

 

Livrai-nos de todos os males, ó Pai, e dai-nos hoje a Vossa paz. Ajudados pela Vossa misericórdia, sejamos sempre livres do pecado e protegidos de todos os perigos, enquanto, vivendo a esperança, aguardamos a vinda do Cristo Salvador.

Vosso é o reino, o poder e a glória para sempre!

 

 

 

20 - AÇÃO DE GRAÇAS PELOS BENEFÍCIOS

 

Nós Vos damos graças, Senhor, por todos os Vossos benefícios. Vós que viveis e reinais pelos séculos dos séculos. Amém.

 

 

 

21 - SENHOR DEUS TODO-PODEROSO

 

Senhor Deus todo poderoso, que nos fizestes chegar ao princípio deste dia, salvai-nos hoje por Vosso poder, de sorte que não nos deixemos arrastar à pecado algum neste dia, mas nossas palavras, nossos pensamentos e obras tendam sempre só ao cumprimento da Vossa justiça. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

 

 

 

22 - OUVI-NOS

 

Ouvi-nos, Senhor santo, Pai Todo-Poderoso, Deus eterno, e dignai-Vos mandar do céu o Vosso Santo Anjo, para que ele guarde, assista, proteja, visite e defenda todos os que moram nesta casa. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

 

 

 

23 - VISITAI, SENHOR

 

Visitai, Senhor, esta casa, e afastai as ciladas do inimigo; nela habitem Vossos santos Anjos, para nos guardar na paz, e a Vossa benção fique sempre conosco. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

 

 

 

24 - SALMO 148

 

(Louvor Universal)

 

Louvai ao Senhor, nosso Deus, todos os povos.

Servi o Senhor com alegria.

Louvai ao Senhor no mais alto dos céus

Louvai-O nas alturas do firmamento

Louvai-O, todos os anjos, louvai-O todos os exércitos,

Louvai-O, sol e lua, louvai-O, estrelas brilhantes.

Louvai-O, céus dos céus, louvai-O, todas as águas

Louvai o nome do Senhor, todas as criaturas.

Estabeceu-as para sempre, deu-lhes uma lei que não passa.

Toda a terra louve o Senhor, todo o ser vivo do mar.

Granizo, neve e neblina, vento dócil às Suas ordens.

Montanhas e colinas, cedros e árvores de fruta.

Feras e animais domésticos, répteis e aves.

Reis e povos de toda a terra, príncipes e magistrados, Jovens e donzelas, velhos e crianças.

Louvai o nome do Senhor, porque só Ele é excelso.

Sua imensa majestade, excede a terra e o céu.

Exaltou o poder de Seu povo, louvem-No todos os Seus santos.

Glória...

Louvai ao Senhor, nosso Deus, todos os povos.

Servi o Senhor com alegria.

 

 

 

25 - HINO AO DEUS CRIADOR

 

( São Gregório Magno)

 

Criador generoso da luz, que criastes a luz para o dia, com os raios primeiros da luz, sua origem o mundo inicia.

Vós chamastes de -dia- o decurso da manhã luminosa ao poente.

Eis que as trevas já descem à terra: escutai nossa prece clemente.

Para que sob o peso dos crimes nossa mente não fique oprimida, e, esquecendo as coisas eternas, não se exclua do prêmio da vida.

Sempre à porta celeste batendo, alcancemos o prêmio da vida, evitemos do mal o contágio, e curemos da culpa a ferida.

Escutai-nos, ó Pai piedoso, com o único Filho também, que reinais com o Espírito Santo pelos séculos dos séculos. Amém.

 

 

 

26 - SENHOR, MINHA ESPERANÇA

 

(Santo Agostinho)

Senhor, meu Deus, minha única esperança, ouve-me para que eu procure sempre a Tua face com ardor. Dá-me forças para procurar a Ti que deixas encontrar e nos dás a esperança de sempre mais e mais Te encontrarmos.

Diante de Ti estão minha força e minha fraqueza: conserva uma e cura a outra!

Diante de Ti está o meu saber e a minha ignorância: Onde abriste, recebe-me quando errar. Onde me vedaste a entrada, abre quando eu bater.

Em Ti quero pensar, a Ti conhecer e amar.

Que tudo isto cresça em mim até que me transformes na consumação final.

 

 

 

27 - BENDITO SEJAS, MEU SENHOR

 

(São Francisco de Assis)

 

Bendito sejas Tu, meu Senhor, pela vontade que perdoa por amor a Ti, e suporta as fraquezas e tribulações.

Bendito os que perseveram até o fim em paz.

Pois de Ti, ó Altíssimo, receberão a coroa.

Santo Deus, Tu és o Santo Senhor, o forte, o grande, o Altíssimo.

És o bem, o sumo bem, vivo e verdadeiro.

Tu és o amor e a meta do amor. v És a verdade, a misericórdia, a longanimidade, a segurança, descanso, alegria, felicidade.

És beleza, és mansidão e protetor, guarda, força e gozo ao mesmo tempo.

Tu, nossa vida eterna, o maior, o mais maravilhoso Senhor, Deus onipotente. A Ti louvor e honra por toda a eternidade.

 

 

 

28 - EU TE ADORO, Ó DEUS

 

(S. Francisco Xavier)

 

Eu Te adoro, Deus-Pai, que me criaste.Eu Te adoro, Deus-Filho, que me salvaste.Eu Te adoro, Espírito Santo, que tantas vezes me santificaste e ainda me santificas.

Por puro amor e para maior glória, eu Te consagro este novo dia de trabalho.

Nada sei do que hoje me aguarda, se sofrimento ou amor, alegria ou tristeza, consolação ou angústia.

Que seja como quiseres; Eu me entrego à Tua providência e me submeto à Tua vontade.

 

 

 

29 - EU CREIO EM TI, SENHOR

 

(Papa Clemente XI)

 

Eu creio em Ti, Senhor, mas fortalece a minha fé.

Eu espero em Ti, mas aumenta a minha esperança.

Eu Te amo, mas concede-me um amor ardente.

Eu me arrependo, mas ajuda-me a um arrependimento mais profundo.

Eu Te consagro meus pensamentos, para que eu pense em Ti, minhas palavras, para que eu fale em Ti, minhas ações, para que eu dirija a Ti, meus sofrimentos, para que eu os suporte por Teu amor.

Eu quero o que Tu quiseres, porque Tu o queres, como quiseres, tanto quanto queiras. Amém.

 

 

 

30 - SOU TODO TEU SENHOR

 

(Santo Inácio de Loyola)

 

Toma, Senhor, toda a minha liberdade, a minha memória, o meu entendimento e toda a minha vontade. O que tenho e possuo, de Ti o recebi. A Ti, Senhor, o devolvo e entrego inteiramente, para que dele disponhas segundo a Tua vontade. Dá-me somente o Teu amor e a Tua graça e serei rico. E nada mais procuro.

 

 

 

31 - DEUS, TU ÉS GRANDE

 

(Constituição Apostólica, 400)

 

Deus, Tu és grande: grande em Teu nome, grande em Teus desígnios; forte em Tuas obras, Tu, o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, nosso Salvador. Olha para nós e para este rebanho que por ele escolheste para louvar de Teu nome. Santificai-nos no corpo e na alma.

Sê nosso auxílio, amparo e protetor por Teu Cristo. A Ti seja fama, honra, louvor, glória e ação de graças e também ao Santo Espírito por toda a eternidade. Amém.

 

 

 

32 - CÂNTICO DE ZACARIAS (BENEDICTUS)

 

(Lc 1,68-79)

 

Bendito o Senhor, Deus de Israel porque visitou e redimiu o Seu povo.

Ele nos suscitou um Salvador poderoso na casa de Davi, Seu servo.

Assim o prometera pela boca dos santos profetas que viveram nos séculos passados.

Que nos libertaria dos nossos inimigos, e das mãos de tantos quanto nos odeiam.

Usando de misericórdia com nossos pais e recordando sua sagrada aliança.

Segundo o juramento que fizera a Abraão, nosso pai, que esta graça nos havia de fazer.

De O servimos um dia, sem temor, livres das mãos dos nossos inimigos.

Em santidade e justiça na Sua presença, todos os dias da nossa vida.

E Tu, menino, profeta do Altíssimo serás chamado à frente do Senhor, Tu irás a preparar-lhe os caminhos.

A dar a Seu povo o conhecimento da salvação pela remissão de Seus pecados.

Obra da entranhada misericórdia do nosso Deus, que lá das alturas nos visita como Sol nascente.

Para iluminar os que jazem nas sombras da morte, dirigir nossos passos pelos caminhos da paz.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo

Como era no principio, agora e sempre, Amém.

 

 

 

33 - CÂNTICO DE DANIEL (Dan 3,57-88 )

 

Com cântico de júbilo cantai ao Senhor, nosso Deus. Toda a criatura Lhe dê glória e louvor.

Bendito seja Deus por todas as Suas obras.

Bendito seja Deus pelos anjos do céu.

Bendito seja Deus pelas nuvens do espaço.

Bendito seja Deus pelo sol e pelas estrelas.

Bendito seja Deus pela chuva e pelos ventos.

Bendito seja Deus pelo frio e pelo calor.

Bendito seja Deus pela noite e pelo dia.

Bendito seja Deus pela terra onde vivemos.

Bendito seja Deus pelos montes e pelos vales.

Bendito seja Deus pelas águas das fontes, dos rios e dos mares.

Bendito seja Deus pela imensidão do oceano.

Bendito seja Deus pelos peixes do mar e pelas aves do céu.

Bendito seja Deus pelos animais do campo.

Bendito seja Deus por todos nós os Seus filhos.

Bendito seja Deus, pelo Seu povo, a Santa Igreja.

Bendito seja Deus, pelos sacerdotes do Seu templo.

Bendito seja Deus Trindade Santíssima, Pai, Filho e Espírito Santo.

Com cânticos de júbilo cantai ao Senhor nosso Deus. Toda a criatura Lhe dê glória e louvor.

 

 

 

34 - VINDE, DEUS VIVO

 

(Ofício de Taizé)

 

Deus vivo, vinde e tornai-nos templos de Vosso Espírito. Santificai-nos, Senhor. Batizai a Igreja inteira e totalmente com o fogo, para que suas cisões logo terminem e ela se erga diante do mundo como coluna e apoio da Vossa verdade. Santificai-nos, Senhor, concedei a cada um de nós os frutos de Vosso Espírito Santo: caridade fraterna, paz, alegria, paciência, bondade, fidelidade. Santificai-nos, Senhor, para que Vosso Santo Espírito fale pela boca dos Vossos servos, que proclamam a Vossa palavra aqui e em toda a parte: Santificai-nos, Senhor.

 

 

 

35 - NOS TE BENDIZEMOS PAI

 

(São Serapião séc. III)

 

Nós Te bendizemos, Pai invisível, doador da imortalidade.

Tu és a fonte da vida, a fonte da luz, fonte de toda a graça e de toda a verdade.

Tu amas os homens e és amigo dos pobres. Tu te reconcilias com todos e atraís todos a Ti pela vinda de teu querido Filho.

Nós Te suplicamos: Faze de nós seres vivos. Concede-nos o Espírito da luz para que conheçamos a Ti e a Jesus Cristo que enviaste. Que em nós fale

Jesus o Senhor e o Espírito Santo; que em nós ele Te bendiga Pois que estás acima de todo o poder e honra e força e domínio.

 

 

 

36 - PROCURO TUA FACE SENHOR

 

(Santo Anselmo)

 

Eu não procuro compreender para crer, mas crer para compreender.

Procuro Tua face, Senhor, meu Deus. Ensina meu coração como ele Te deve procurar e como Te pode encontrar. Tu me criaste, Senhor, e me recriaste, e tudo o que possuo de bom de Ti procede. E eu ainda não Te conheço. Tu me criaste à Tua imagem para que pense em Ti e Te ame.

Coloca em nosso coração um amor puro, nascido deTeu amor por nós para que amemos aos outros como Tu nos amas.

Assim seja. Abençoa-nos em Teu Filho.

 

 

 

37 - TARDE VOS AMEI

 

(Santo Agostinho)

 

Tarde Vos amei, ó Beleza tão antiga e tão nova, tarde Vos amei!

Eis que habitáveis dentro de mim, e eu, lá fora, a procurar-Vos!

Disforme, lançava-me sobre estas formosuras que criastes.

Estáveis comigo e eu não estava Convosco!

Retinha-me longe de Vós aquilo que não existiria, se não existisse em Vós.

Porém, chamastes-me, com uma voz tão forte, que rompestes a minha surdez!

Brilhastes, cintilastes, e logo afugentastes a cegueira!

Exalastes perfume: respirei-o a plenos pulmões, suspirando por Vós.

Saboreei-Vos e, agora, tenho fome e sede de Vós.

Tocastes-me e ardi, no desejo da Vossa Paz.

 

 

 

38 - ORAÇÃO DO ABANDONO

 

(Charles de Foucauld)

 

Meu Pai, entrego-me a Vós, fazei de mim o que for de Vosso agrado.

O que quiserdes fazer de mim; eu Vos agradeço.

Eu estou pronto para tudo, aceito tudo, desde que Vossa vontade se realize em mim, em todas as Vossas criaturas, não desejo outra coisa meu Deus.

Deponho minha alma em Vossas mãos, e vo-la dou meu Deus, com todo o amor de meu coração.

Porque Vos amo e porque, para mim, é uma necessidade de amar dar-me e entregar-me em Vossas mãos sem medida, com uma confiança infinita; pois sois meu Pai.

 

 

 

39 - OFERECIMENTO DO DIA

 

Ofereço-Vos ó meu Deus, em união com o Santíssimo Coração de Jesus, e por meio do Coração Imaculado de Maria, as orações, obras, sofrimentos e alegrias deste dia, em reparação de nossas ofensas, e por todas as intenções, pelas quais o mesmo Divino Coração está continuamente intercedendo e sacrificando-se, em nossos altares.

Eu vo-las ofereço de modo particular, pelas intenções do Apostolado da Oração neste mês e neste dia.

 

 

 

40 - ENTREGO-ME A TI SENHOR

 

(Cardeal Newman)

 

Senhor, entrego-me inteiramente em Tuas mãos. Faze comigo o que quiseres. Tu me criastes para Ti. Que queres que eu faça? Segue comigo os teus próprios caminhos. Quero ser tudo aquilo de que precisas e tudo aquilo de que me queres tornar. Eu Te declaro: Quero seguir para onde fores, pois sou fraco. Mas me entrego a Ti, para que sempre me guies. Eu Te quero seguir e peço forças apenas para o meu dia.

 

 

 

41 - ORAÇÃO DA MANHÃ (1)

 

Meu Deus e meu Senhor, em quem creio e espero, a quem adoro e amo de todo o meu coração, eu Vos dou graças por me terdes criado, redimido pelo sangue de Jesus, feito cristão e conservado-me nesta noite. Ofereço-Vos todos os meus pensamentos, palavras, obras e trabalhos, com intenção de lucrar as indulgências concedidas, que aplico em sufrágio das almas do purgatório, especialmente das que sejam do agrado da Virgem Maria e de minha particular obrigação. Humildemente Vos peço perdão de todos os meus pecados.

Fazei Senhor que todas as minhas ações deste dia sejam conforme a Vossa santa vontade, para a Vossa maior glória. Livrai-me, Senhor, do pecado e de todo o mal, e esteja a Vossa graça comigo e com todos os meus parentes e amigos. Amém.

 

 

 

42 - ORAÇÃO DA MANHÃ (2)

 

Senhor, no silêncio deste dia que nasce, venho pedir-Te paz, sabedoria e força.

Hoje quero olhar o mundo com os olhos cheios de amor; ser paciente, compreensivo, humilde, suave e bom.

Ver Teus filhos por trás das aparências, como Tu mesmo os vês, para assim poder apreciar a bondade de cada um.

Fecha meus ouvidos a toda murmuração, guarda minha língua de toda maledicência, que só os pensamentos que bendigam, permaneçam em mim.

Quero ser tão bem intencionado e justo que todos os que se aproximarem de mim, sintam Tua presença.

Reveste-me de Tua bondade, Senhor, e faze que durante este dia eu Te revele. Amém.

 

 

 

43 - ORAÇÃO DA NOITE (1)

 

Meu Deus, meu Pai, meu tudo! Dou-Vos graças por tudo!

Em particular Vos agradeço os benefícios recebidos durante o dia de hoje que com tanta liberalidade me concedeste.

Obrigado por tudo aquilo que consegui fazer hoje.

Pela minha família por quem trabalhei e pelos amigos que encontrei.

Gostaria de nunca me ter mostrado ingrato para Convosco.

Enviai-me a luz do Espírito Santo, para que eu possa fazer agora um balanço de minha vida no decorrer deste dia que termina.

 

 

 

44 - ORAÇÃO DA NOITE (2)

 

(Ó Deus, nosso Pai)

 

Ó Deus nosso Pai, nós Vos louvamos e agradecemos filialmente todos os benefícios que a Vossa bondade hoje nos concedeu.

Honra e louvor sejam dados a Vós, Trindade Santa, na qual cremos, esperamos e que amamos sobre todas as coisas e por toda a eternidade.

De todo o nosso coração nos arrependemos de nossos pecados pelos quais Vos temos ofendido, ó infinita bondade!

Com o auxílio de Vossa graça, fazemos o firme propósito de antes morrer do que tornar a ofender-Vos. Contritos, suplicamos, perdoai-nos pelos merecimentos do preciosíssimo sangue e da morte de Vosso Filho Unigênito. De todo o coração perdoamos aos que nos ofenderam e humildemente pedimos perdão a todos aqueles que por nós foram ofendidos.

Ó Deus, seja clemente conosco e com todos os pecadores! Novamente terminamos o nosso dia. Assisti-nos agora e para sempre, por Vossa misericórdia. Visitai benignamente esta casa e afastai para longe dela todos os ataques do espírito maligno.

Ó Deus, derramai toda a plenitude de Vossas bençãos sobre esta nossa família; conservai-a em concórdia, amor e paz; fortificai-a em Vossa graça.

Concedei ó Deus, alívio a todos os doentes e necessitados, tranqüilidade e segurança a todos os viajantes, assistência aos agonizantes e o descanso eterno aos falecidos.

Queremos agora repousar para Vos sermos agradáveis, ó Pai celestial. Permanecei conosco, guardai-nos e abrigai-nos à sombra de Vossas asas.

Abençoai-nos, Deus Pai que nos criastes, Deus Filho que nos salvastes, Deus Espírito Santo que nos santificastes.

Maria, nossa Mãe, protegei-nos, abençoai-nos com Vosso querido Filho Jesus.

Todos os Anjos e Santos de Deus intercedei por nós e por todos os homens, a fim de que Deus vele sobre nós com sua poderosa proteção, nesta noite e em todo o tempo de nossa vida, principalmente na hora de nossa morte.

Em Vossas mãos, ó Senhor, nós nos entregamos. Amém.

 

 

 

45 - AÇÃO DE GRAÇAS - DIDAQUÈ

 

Agradecemos, Pai Nosso, pela vida e pelo conhecimento que nos deste, por Jesus, Teu Filho querido.

Glória a Ti, por todos os séculos!

Como este pão que agora partimos, foi outrora espalhado, em forma de grão de trigo, pelos campos e pelas colinas, e foi recolhido para formar um só pão, assim também reúne toda a Igreja das extremidades da terra em Teu reino.

Agradecemos, Pai santo, pelo Teu santo Nome, conservado em nossos corações, pela fé e pela imortalidade que nos deste, por Jesus, Teu Filho querido.

Tu, Senhor Todo-Poderoso, criaste o universo para o Teu louvor e deste aos homens alimento e bebida para que, recebendo-os com alegria Te rendam graças.

Mas Tu nos gratificaste também com um alimento e uma bebida espirituais, para a vida eterna, por Jesus, Teu Filho querido.

Lembra-Te, Senhor, de libertar a Tua Igreja de todo o mal e de aperfeiçoá-la no amor.

Reúne a Igreja que santificaste, agora dispersa aos quatro ventos, no reino que lhe preparaste, pois de Ti é o poder e a glória, por todos os séculos dos séculos. Amém.

 

 

 

46 - ORAÇÃO DA NOITE (3)

 

Meu Pai, agora que as vozes silenciaram e os clamores se apagaram, aqui ao pé da cama minha alma se eleva a Ti para dizer: creio em Ti, espero em Ti, amo-Te com todas as minhas forças. Glória a Ti, Senhor.

Deposito em Tuas mãos a fadiga e a luta, as alegrias e desencantos deste dia que ficou para trás.

Se os nervos me traíram, se os impulsos egoístas me dominaram, se dei lugar ao rancor ou à tristeza, perdão, Senhor! Tem piedade de mim.

Se fui infiel, se pronunciei palavras vãs, se me deixei levar pela impaciência, se fui um espinho para alguém, perdão, Senhor!

Nesta noite, não quero me entregar ao sono sem sentir sobre a minha alma a segurança de Tua misericórdia, Tua doce misericórdia inteiramente gratuita, Senhor.

Eu Te agradeço, meu Pai, porque foste a sombra fresca que me cobriu durante todo este dia. Eu Te agradeço porque - invisível, carinhoso, envolvente - cuidaste de mim como uma mãe, em todas as horas.

Senhor, ao redor de mim tudo já é silêncio e calma. Envia o Anjo da Paz a esta casa. Relaxa meus nervos, sossega meu espírito, solta as minhas tensões, inunda meu ser de silêncio e de serenidade.

 

Vela por mim, Pai querido, enquanto eu me entrego confiante ao sono como uma criança que dorme feliz em Teus braços.

Em Teu nome, Senhor, descansarei tranqüilamente. Assim seja.

 

 

 

47 - PARÁFRASE DO PAI-NOSSO

 

(São Francisco de Assis)

 

Santíssimo Pai Nosso, Criador, Redentor, Salvador e Consolador.

Que estás no céus, nos Anjos e nos Santos, iluminando-os todos para que Te conheçam, porque Tu és, Senhor, a luz, inflamando-os para que te amem, porque Tu és, Senhor, o amor; habitando neles e repletando-os para a vida beatífica, porque Tu és, Senhor, o sumo bem, o bem do qual procede todo bem e sem o qual não pode haver bem algum.

Santificado seja o Teu nome: que seja claro em nós o conhecimento de Ti, para que saibamos qual é a largura de teus benefícios, o cumprimento de tuas promessas, a altura de Tua majestade e a profundidade de Teus juízos.

Venha a nós o Teu reino para que reines em nós pela graça e nos faças chegar ao Teu Reino, onde Te veremos e será perfeito o amor a Ti, beatífica a comunhão contigo, eterna a fruição de Tua essência.

Seja feita a Tua vontade, assim na terra como no céu: que Te amemos de todo o coração, pensando sempre em Ti; de toda a alma, aspirando sempre por Ti; de todo o nosso entendimento, ordenando a Ti os nossos desejos todos e buscando em tudo a Tua honra; de todas as nossas forças, empenhando todas as virtudes e sentidos da alma e do corpo a serviço do Teu amor e a nada mais. E para amarmos o nosso próximo como a nós mesmos, atraindo-os todos, na medida de nossas forças, para o Teu amor, alegrando-nos pela felicidade dos outros, como pela nossa, compadecendo-nos deles em suas tribulações e jamais os ofendendo.

Dá-nos hoje o pão deste dia, o Teu Filho bem-amado, Nosso Senhor Jesus Cristo; para a lembrança, a compreensão e o respeito pelo amor que Ele teve por nós, bem como tudo o que por nós disse, fez e sofreu. Perdoa-nos as nossas ofensas, por Tua inefável misericórdia, em virtude da paixão de Teu dileto Filho Nosso Senhor Jesus Cristo, pelos méritos e pela intercessão da Santíssima Virgem e de todos os Teus eleitos.

Assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido: e o que não perdoamos totalmente, que o perdoemos de modo pleno, a fim de que possamos amar sinceramente os nossos inimigos, por causa de Ti, que por eles intercedamos com devoção junto a Ti, não retribuamos a ninguém o mal pelo mal, e nos esforcemos para fazer o bem a todos, em Ti.

E não nos deixes cair em tentação, oculta ou manifesta, súbita ou importuna.

Mas livrai-nos do mal, passado, presente e futuro.

Amém.

 

 

 

48 - CÂNTICO DAS CRIATURAS

 

(São Francisco de Assis, já cego e muito doente)

 

Altíssimo, onipotente e bom Senhor, A Ti o louvor, a glória, a honra e toda a benção!

Só a Ti, Altíssimo, são devidos, E homem algum é digno de pronunciar Teu nome.

Louvado sejas, Senhor, por todas as criaturas, Especialmente o senhor irmão Sol, Que é belo, radioso, e seu grande esplendor De Ti, Altíssimo, é para nós a imagem.

Louvado sejas, Senhor, pela irmã Lua e as Estrelas Que no céu criaste, tão claras, preciosas e belas!

Louvado sejas, Senhor, por nosso irmão Vento, Pelo ar, pelas nuvens, pelo azul calmo e todo tempo, Pelos quais a todas as criaturas dás sustento.

Louvado sejas, Senhor, pela nossa irmã água, Que é muito útil e humilde, preciosa e casta!

Louvado sejas, Senhor, pelo irmão Fogo, Pelo qual iluminas a noite; ele é belo e alegre, vigoroso e forte.

Louvado sejas, Senhor, por nossa mãe Terra, Que nos nutre e sustenta; Que produz frutos diversos, coloridas flores e árvores.

Louvado sejas, Senhor, por nossa irmã, a Morte corporal!

Da qual homem algum pode escapar!

Ai daqueles, somente, que morrem em pecado mortal!

Felizes os que cumprem a tua santa vontade, Porque a segunda morte nada poderá contra eles.

Louvai e bendizei ao Senhor, e dai-Lhe graças,

E servi-O com a humildade!

 

 

 

49 - DEUS, MINHA ÚNICA ESPERANÇA

 

(São Cláudio de la Colombiére, confessor de Santa Margarida Maria Alacoque, 1677)

 

Meu Deus, estou tão certo de que velais pelos que esperam em Vós, e que nada nos pode faltar quando esperamos de Vós todas as coisas, que decidi viver, para o futuro, sem qualquer preocupação, e aliviar-me em Vós de todas as inquietações.

Estou, pois, seguro, de que serei eternamente feliz, porque espero firmemente sê-lo, e é de Vós, que o espero. Eu sei, pobre de mim, sei muito bem que sou frágil e inconstante.

Enfim, estou certo de que, esperando muito em Vós, não posso ter menos do que tiver esperado. Desse modo, espero que me guardeis nos redemoinhos mais rápidos; que me ampareis contra os mais furiosos ataques e que façais triunfar minha fraqueza sobre os mais temíveis inimigos. Espero que me ameis sempre e eu também Vos ame continuamente; e, para levar de uma só vez minha esperança tão longe quanto possível, espero-Vos de Vós mesmo, meu Criador, tanto no tempo como na eternidade.

 

 

 

50 - LOUVOR A TI, SENHOR!

 

(São Francisco de Assis)

 

Santo, Santo, Santo, o Senhor Todo-Poderoso, que é, que era e que virá.

Louvemo-Lo e exaltemo-Lo plenamente para sempre!

Digno és, Senhor, nosso Deus, de receber louvor e glória, honra e benção.

Louvemo-Lo e exaltemo-Lo plenamente para sempre!

Digno é o Cordeiro que foi imolado, de receber força, divindade, sabedoria, poder e bênção.

Louvemo-Lo e exaltemo-Lo plenamente para sempre!

Bendigamos ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.

Louvemo-Lo e exaltemo-Lo plenamente para sempre!

Obras do Senhor, bendizei-O, todas.

Louvemo-Lo e exaltemo-Lo plenamente para sempre!

Louvai a Deus, vós todos, seus servos, e vós que o temeis, pequenos e grandes.

Louvemo-Lo e exaltemo-Lo plenamente para sempre!

Celebrem-no, em sua glória, o céu, a terra e toda a criatura que há no céu e na terra, debaixo da terra, o mar, e tudo o que nele existe.

Louvemo-Lo e exaltemo-Lo plenamente para sempre!

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.

Louvemo-Lo e exaltemo-Lo para sempre!

Como era no princípio, agora e sempre, e pelos séculos dos séculos. Amém.

Onipotente, santíssimo, altíssimo e soberano Deus, bem supremo, bem universal, a plenitude do bem; só Tu és bom; que possamos tributar a Ti todo louvor, toda glória, toda ação de graças, toda honra e toda bênção; que possamos atribuir a Ti todo bem. Amém.

 

 

 

51 - GLÓRIA A DEUS

 

(São Francisco de Assis, depois de ter recebido os estigmas,1224)

 

Tu és Santo, Senhor Deus, só Tu operas maravilhas.

Tu és forte. Tu és grande. Tu és o altíssimo.

Tu és o rei onipotente, Pai santo, rei do céu e da terra.

Tu és o trino e uno.

Senhor Deus, bem universal.

Tu és o bem, todo o bem, o sumo bem, Senhor Deus, vivo e verdadeiro.

Tu és a caridade, o amor. Tu és a sabedoria. Tu és a humildade.

Tu és a paciência. Tu és a segurança. Tu és o descanso.

Tu és a alegria e o júbilo. Tu és a justiça e a temperança.

Tu és a riqueza, a nossa suficiência. Tu és a beleza.

Tu és a calma. Tu és a proteção. Tu és o guarda e o defensor.

Tu és a fortaleza. Tu és o alívio. Tu és nossa esperança.

Tu és nossa fé. Tu és nossa inefável doçura.

Tu és nossa vida eterna, ó grande e admirável Senhor,

Deus onipotente, misericordioso Salvador.

 

 

 

52 - A CRUZ

 

(São Francisco de Assis)

 

Nós Vos adoramos, Senhor santíssimo, Jesus Cristo, aqui e em todas as Vossas igrejas da terra, e Vos bendizemos, porque resgatastes o mundo pela Vossa santa Cruz.

 

 

 

53 - PRECE ARDENTE

 

(São Francisco de Assis)

 

Senhor, eu Vos suplico, que a força ardente e doce de Vosso amor penetre a minha alma e a absorva de tudo o que está sob o céu.

Fazei que eu morra por amor do Vosso amor, Vós que Vos dignastes morrer por amor do meu amor.

 

 

 

54 - PARA PEDIR A LUZ (São Francisco de Assis)

 

Deus altíssimo e glorioso, vem iluminar as trevas do meu coração.

Concede-me, Senhor, a fé verdadeira, a esperança firme e a caridade perfeita.

Concede-me o sentido penetrante e a clara visão necessária para cumprir Tua santa vontade que não me poderia perder. Amém.

 

 

 

55 - FELIZES OS CORAÇÕES LIBERTOS

 

(São Francisco de Assis)

 

(São Francisco cantou este hino, quando, entregando ao pai as próprias roupas e despojando-se ao mesmo tempo de seu passado, sentiu-se totalmente livre).

 

Onde se encontram a caridade e sabedoria, não há medo nem ignorância.

Onde se encontram paciência e humildade, não há ira nem discórdia.

Onde se encontram pobreza e alegria, não há cupidez nem avareza.

Onde se encontram calma e meditação, não há cuidado nem dissipação.

Onde reina o temor do Senhor na guarda da casa, o inimigo não pode cavar uma brecha para entrar.

Onde se encontram a misericórdia e descrição, não há afrouxamento nem dureza de coração.

 

 

 

56 - ORAÇÃO PELO DIA DE TRABALHO

 

Deus Pai,

Logo cedo invocamos o Vosso Nome, e rogamos

Vossas bênçãos e proteção sobre nós.

Pedimos que envieis Vosso Espírito Santo sobre nós, para que Ele nos ensine todas as coisas, de acordo com a Vossa vontade.

Que Ele nos dê sabedoria, discernimento e alegria, e que, desta forma, o nosso trabalho prospere, e que todos que participam deste trabalho possam usufruir desta prosperidade e sentir Vossa presença entre nós.

Nós Vos damos graças e glória, Pai, por todas as bênçãos que temos recebido de Vós, por todo cuidado que tendes tido conosco.

E já Vos agradecemos todas as bênçãos e graças que ainda havemos de receber. Nós Vos louvamos e bendizemos, Pai, em Nome do Vosso Filho Jesus, que veio ao mundo para nos salvar Amém.

 

 

 

57. MEDITAÇÃO

 

(Do século XIV)

 

Cristo não tem mãos, só as nossas,

para fazer o Seu trabalho.

Ele não tem pés, a não ser os nossos,

para guiar os homens em Seu caminho. Cristo não tem lábios, a não ser os nossos, para falar aos homens a Seu respeito. Não tem nenhum auxílio a não ser o nosso, para atrair os homens para Seu lado.

 

 

 

 

Orações Diversas

 

 

313 - COM O PAI

 

. Pai, que manifestaste o Teu amor por nós, enviando o Teu Filho ao mundo para que vivamos por Ele (1 Jo 4, 9),

. NÓS SOMOS TEUS FILHOS! (Repetir após cada invocação)

. Pai, que nos amaste tanto que quiseste fazer realmente de nós Teus filhos (1 Jo 3, 1), ...

. Pai, que enviaste o Espírito de Teu Filho aos nossos corações, onde clama a Ti: Pai! (Gal 4,6), ...

. Pai, que nos abençoaste com toda a sorte de bençãos espirituais em Cristo (Ef 1, 3),

. Pai, que nos arrancaste do poder das trevas e nos transferiste para o Reino de Teu Filho muito amado (Col 1, 3),

. Pai, que nos fizestes dignos de participar da herança dos santos na luz (Col 1, 2),

. Pai, que nos amaste e nos deste consolação eterna e esperança pela Tua graça (2 Tess 2, 16),

. Pai, que segundo tua imensa misericórdia, nos regeneraste pela morte e ressurreição de Jesus Cristo para uma viva esperança (1 Pe 1, 13),

. Pai da misericórdia e Deus de toda consolação (2 Cor 1, 3),

. Pai, que fazes brilhar tua luz para os bons e para os maus, e cair a chuva sobre os justos e injustos ( Mt 5, 45),

. Pai, que entregaste todo julgamento ao Filho (Jo 5, 22),

. Pai, que tens a vida em Ti mesmo e a deste a teu Filho (Jo 5, 26),

. Pai, que enviaste o Teu Filho para que todo aquele que vê o Filho e nele crê, tenha a vida eterna (Jo 6, 40),

. Pai de Jesus, que nos deste o verdadeiro Pão do céu (Jo 6, 32),

. Pai, que vês nos lugares ocultos (Mt 6, 18),

. Pai, que conheces todas as nossas necessidades (Mt 6, 32),

. Pai, que alimentas todas as aves do céu e veste os lírios do campos (Mt 6, 26),

. Pai, que sem a Tua vontade nenhum pássaro cai por terra (Mt 10, 29),

. Pai, que buscas adoradores em espírito e verdade (Jo 4, 23),

. Pai de Cristo, no qual toma nome toda a paternidade no céu e na terra (Ef 3, 15),

. Pai de todos os homens, que estais acima de todos (Ef 4, 6),

. Pai das luzes, de quem nos vêm todos os dons (Tg 1, 17),

. Pai, em quem não há mudanças e que permaneces imutável sobre todas as vicissitudes (Tg 1, 17),

. Nós somos Teus filhos !

 

 

 

314. COM O FILHO

 

. Cristo Jesus, cabeça de toda humanidade (Rom 5, 14),

.FAZE-ME VERDADEIRAMENTE NOVO! (Ef 2, 15)...Repetir

. Cristo Jesus, pai da humanidade espiritual (1 Cor 15, 45),

. Cristo Jesus, cabeça de tua Igreja ( 1 Cor 10, 17),

. Cristo Jesus, plenitude de tudo em todos (Ef 1, 22),

. Cristo Jesus, Senhor dos vivos e dos mortos (Rom 1, 4; 14, 9),

. Cristo Jesus, Senhor de tudo o que foi criado (Fl 2, 5),

. Cristo Jesus, pedra angular (At 4, 1),

. Cristo Jesus, por cuja graça cremos ser salvos (At 15, 11),

. Cristo Jesus, entregue por nossos pecados (Rom 4, 25),

. Cristo Jesus, ressuscitado para a nossa justificação (Rom 4, 25),

. Cristo Jesus, intercessor nosso junto do Pai (Rom 8, 34),

. Cristo Jesus, por quem todas as coisas existem (1 Cor 8, 6),

. Cristo Jesus, aniquilado até a condição de escravo (Fil 2, 7),

. Cristo Jesus, cujo Nome está acima de todo nome (Fil 2, 9),

. Cristo Jesus, cujo Corpo é a Igreja (Col 1, 24),

. Cristo Jesus, sentado à direita de Deus (Col 3, 1),

. Cristo Jesus, com cuja vida já estamos vivificados (Ef 2, 6),

. Cristo Jesus, com quem somos um mesmo Corpo (Ef 3, 6),

Que Cristo Jesus se manifeste em nossa vida para que todos sejamos manifestados na glória.( Col 3, 4)

 

 

 

315. CRISTO, O HOMEM QUE AMOU

 

Senhor Jesus, vieste a este mundo ensinar-nos o mandamento de Deus: o Amor.

Com os atos. Com a vida.

E nasceste numa estrebaria, por amor.

Nasceste pobre, por amor.

Com o povo Te misturaste, por amor.

Trabalhaste como operário até os trinta anos, por amor.

Trabalhaste humildemente, infatigavelmente.

As mãos rudes, ásperas, calosas.

Ganhaste o pão com o suor do Teu rosto.

Integralmente Te deste a todos por amor.

Jamais negaste alguma coisa a alguém.

As raposas tinham suas tocas e as aves do céu os seus ninhos.

Tu não tiveste onde reclinar a cabeça.

Por amor.

Importunavam-Te, e Tu amavas.

Odiavam-Te e Tu amavas.

Disseste sempre a verdade e pela verdade morreste.

Nada possuías, tudo o deste.

Por amor.

Faze, Senhor, que eu me pareça contigo...no amor!

 

 

 

316. COMO TU

 

(Charles de Foucauld)

 

Meu Deus, não sei se é possível a algumas almas Te verem pobre e permanecerem, voluntariamente, ricas...

Eu Senhor, não posso entender o amor sem uma necessidade imperiosa de semelhança...

Ser rico, folgazão, viver comodamente, quando Tu foste pobre, sem comodidades, e viveste penosamente, de um trabalho duro...eu não posso, não posso amar assim, meu Deus!

 

 

 

317. QUANDO O CAMINHO É DIFÍCIL

 

Senor, Tu és meu companheiro de viagem, como outrora o foste dos discípulos de Emaús.

Caminhavam tristonhos e desconsolados. Acolheram-Te sem conhecer-Te , num caminho que os afastava de Sua cruz.

Depois, pouco a pouco, Tua palavra os confortou, e reconheceram-Te ao partir do pão da amizade.

Senhor, lembra-Te de mim nestas horas em que me encontro triste, quando tudo parece não mais caminhar.

Mostra-me que estás vivo, junto a mim.

Em vez de voltar sobre mim mesmo, de mergulhar-me em tristeza, eu prometo pensar em Ti, encontrar novamente Tua amizade para cumprir com entusiasmo o meu dever, e para continuar feliz o meu caminho.

 

 

 

318. COMBATENTES DE TEU REINO

 

Senhor, nosso Salvador, não vieste trazer a paz, e sim a espada (Mt 10, 34)

Faze-nos combatentes do Teu reino!

Vieste trazer o fogo à terra (Lc 12, 49), Abrasa-nos em caridade que nos incendeie!

Não vieste salvar os justos, e sim os pecadores (Mt 9, 13),

Não nos deixes contentes com o que já somos!

Nem vieste destruir a lei nem os profetas (Mt 5, 17),

Faze que cumpramos perfeitamente Tua lei!

Vieste para servir e nunca para ser servido (Mt 20, 28),

Expulsa de nós o comodismo burguês!

Para que quando vieres, no fim dos tempos, possas premiar a cada um de nós segundo as Tuas obras (Mt 25, 31).

 

 

 

319. PARA ALCANÇAR A SAÚDE DA ALMA E DO CORPO

 

Jesus, que curaste o cego de Betsaída (Mt 8, 22),

Iluminai-nos, Senhor! (Repetir)

Jesus, que curaste os dois cegos de Jericó (Mt 20, 29),...

Jesus, que curaste o cego-mudo (Mt 12, 22),

Jesus, que curaste o leproso (Mc 1, 40),

Jesus, que curaste os dez leprosos (Lc 17, 11),

Purifica-nos, Senhor!

Jesus, que restituíste voz e audição ao surdo-mudo (Mc 7, 11),

Escuta-nos , Senhor!

Jesus que curaste o paralítico de Cafarnaum (Mt 9, 11),

Levanta-nos, Senhor!- Escuta-nos, Senhor!

Jesus, que curaste o paralítico

Jesus, que curaste o paralítico da piscina (Jo 5, 1),

Jesus, que curaste o servo do centurião (Mt 8, 5),

Ajuda-nos, Senhor!

Jesus, que curaste o homem da mão atrofiada (Mt 12, 9),

Jesus, que curaste a mulher encurvada (Mt 13, 10),

Jesus, que curaste o filho de um oficial do reino (Jo 4, 46),

Jesus, que curaste a sogra de Pedro (Mc 1, 29),

Jesus, que curaste a hemorroísa (Lc 8, 42),

Jesus, que curaste a um homem de mão seca (Lc 14, 11),

Jesus, que livraste o possesso de Cafarnaum (Mc 1, 21),

Jesus, que livraste os dois possessos de Gerasa (Mt 8, 28),

Ó Purifica-nos, Senhor!

Jesus, que curaste o cego e mudo (Mt 12, 22),

Jesus, que curaste a um menino lunático (Mt 17, 14),

Jesus, que livraste o possesso mudo (Lc 11, 14),

Jesus, que livraste a jovem cananéia possessa (Mc 7, 24),

Ressuscita-nos, Senhor!

Jesus, que ressuscitaste a filha de Jairo (Mt 9, 11),

Jesus, que ressuscitaste o teu amigo Lázaro (Jo 11, 1),

Jesus, que ressuscitaste ao terceiro dia de Tua morte (Mc 16, 6),

Jesus, que converteste a água em vinho (Jo 2, 1),

Jesus, que rompeste as redes cheias de peixes (Jo 21, 6),

Jesus, que caminhaste sobre as águas (Mt 14, 24),

. Guia-nos, Senhor!

Jesus, que apaziguaste a tormenta (Mt 8, 23),

. Acalma-nos Senhor!

Jesus, que multiplicaste os pães e os peixes (Mt 14, 13),

. Sacia-nos, Senhor!

Jesus, que foste corajoso em dizer a verdade (Mt 23, 1-36),

. Fortalece-nos, Senhor!

 

 

 

320. ORAÇÃO DA FAMÍLIA

 

Nós Vos agradecemos, Senhor nosso Deus, por nossos avós, por nossos pais, por nossos irmãos, por nossos esposos, filhos, netos; por nos haverdes feito uma família temente à Deus e amiga dos homens.

Pelo pão de cada dia nós Vos agradecemos.

Pela vida em Cristo, pão da alma, nós Vos agradecemos.

Assim também pelo dom desta vida. Nossa aspiração é vivê-la para Vos servir.

Conservai-nos Senhor, no amor uns dos outros. Fazei com que saibamos reconhecer nosso próximo. E dar abrigo ao que tem frio, alimento ao faminto, remédio ao doente, paz aos que sofrem, caridade aos sedentos dela.

Fazei-nos, Senhor, como a ferramenta em Vossas mãos poderosas, para ajudar os que precisam; socorrer os que vivem em aflição. Para o bem, sempre.

E, sobretudo, de nós não parta a dissensão, a desunião e a discórdia. Antes, sejamos Vossos instrumentos para a harmonia. Vosso arauto para a concórdia. O cimento abençoado da união e da unidade.

Nós Vos agradecemos, Senhor, pela luz do dia e a treva da noite. Fazei-nos ousados como o dia, em proclamar Vossa glória. E prudentes como a noite, em fugir da tentação e do pecado.

Graças, Senhor, por tantas graças. Vós as conheceis melhor que nós, Vossos filhos.

Por Cristo, nosso Senhor, na unidade do Espírito Santo. Amém. (Ler Col 3, 12-21).

 

 

 

321. ORAÇÃO PELOS SACERDOTES

 

Ó meu Jesus, por Vosso coração amantíssimo, suplico-Vos que inflameis com o zelo do Vosso Amor e de Vossa Glória, todos os sacerdotes do mundo, todos os missionários, todos aqueles que são encarregados de anunciar a Vossa Palavra, a fim de que, abrasados de santo zelo, arranquem as almas do demônio e as conduza ao asilo de Vosso Coração, onde possam glorificar-Vos sem interrupção.

Coração de Jesus, que o mundo inteiro se abrase no Vosso amor!

 

 

 

322. O TERÇO DAS ALMAS

 

Em cada conta grande diz-se:

Meu Deus, creio em Vós porque sois a mesma verdade.

Espero em Vós, porque sois fiel às vossas promessas.

Amo-Vos, porque sois infinitamente bom e amável.

Em cada conta pequena, diz-se:

Doce Coração de Maria, sede a minha salvação.

Em vez do Glória, diz-se:

Meu Jesus, misericórdia.

Nas três contas junto à cruz, diz-se:

Jesus, não me deixeis morrer sem receber os últimos sacramentos.

 

 

 

323. NOVENA DAS ALMAS

 

Eterno Pai, eu Vos ofereço o preciosíssimo sangue, as Santas chagas, e todos os méritos da Paixão e Morte de Jesus; as lágrimas e as dores de Sua Mãe Santíssima, pedindo-Vos alívio para as almas do purgatório.

Nossa Senhora do Carmo, protetora das almas, rogai por elas.

E Vós almas santas e benditas, ide perante Deus, apresentar a minha súplica. Amém.

 

 

324. PAI NOSSO DAS ALMAS

 

Um dia, enquanto Santa Matilde comungava pelas almas do purgatório, JESUS apareceu-lhe e disse:” Reza por elas um Pai Nosso”. E compreendeu ela que deveria fazê-lo do modo abaixo indicado. Depois de ter rezado, ela viu que uma multidão de almas subiam ao céu. ]

Pai nosso que estais no céu.

Eu Vos peço, dignai-Vos perdoar, PAI Eterno, as almas do purgatório por não Vos terem amado, por não terem rendido o culto de adoração que Vos é devido, a Vós PAI, bom e misericordioso, por Vos terem afastado de seus corações, onde desejáveis habitar.

Para suprir estas faltas, ofereço-Vos o amor e a honra que o Vosso amado Filho Vos rendeu sobre a terra e a imensa satisfação com que pagou a dívida de todos os seus pecados. Amém.

Senhor JESUS, perdão e misericórdia. ( dez vezes)

Santificado seja o Vosso nome.

Eu Vos suplico, ó terno PAI, que perdoeis às almas do Purgatório por não terem honrado dignamente o Vosso Nome, por terem-No raras vezes invocado com devoção, por terem-No tomado muitas vezes em vão e, pela sua vida pouco edificante, terem-se tornado indignas do nome de CRISTO.

Por satisfação deste pecado, ofereço-Vos a santidade de Vosso amado Filho que em Suas pregações e em todas as suas palavras honrou e glorificou o Vosso Nome.

Senhor JESUS, perdão e misericórdia. ( dez vezes)

Venha a nós o Vosso Reino.

Eu Vos rogo, ó Eterno PAI, que perdoeis as almas do purgatório por não terem desejado ardentemente, nem procurado com bastante zelo a expansão do Vosso Reinado, onde só se acha o verdadeiro repouso e a glória eterna.

Para expiar esta indiferença, que tiveram por todos os bens da alma, ofereço-Vos os santos desejo que JESUS teve de que fôssemos co-herdeiros do Seu Reino.

Senhor JESUS, perdão e misericórdia. ( dez vezes)

Seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu.

Eu Vos suplico, ó Eterno PAI, que perdoeis as almas do purgatório, sobretudo às dos religiosos, por terem preferido a vontade própria a Vossa e por não terem tido em maior estima, em tudo, Vossa vontade, para viverem e procederem, as mais das vezes, conforme a própria satisfação.

Para reparar esta desobediência, ofereço-Vos o dulcíssimo Coração de JESUS, bem como a submissão com que Ele Vos obedeceu até à morte na Cruz. Amém.

Senhor JESUS, perdão e misericórdia. ( dez vezes)

O pão nosso de cada dia, dai-nos hoje.

Eu Vos peço, ó Eterno Pai, que perdoeis as almas do purgatório, por não terem recebido o Pão dos anjos com vivos desejos, devida devoção e amor, por terem um grande número delas, sido indignas de recebê-Lo, por terem-No recebido pouca ou nenhuma vez.

Em expiação deste pecado, ofereço-Vos a santidade e devoção de Vosso Filho, assim como o amor e o inefável desejo que O levou a dar-nos este precioso tesouro. Amém.

Senhor JESUS, perdão e misericórdia. (dez vezes)

Perdoai as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido.

Eu Vos suplico, ó Eterno PAI que perdoeis as almas do purgatório pelos pecados mortais cometidos, principalmente por não perdoarem àqueles que as ofenderam e por não terem amado seus inimigos.

Por estes pecados, ofereço-Vos a sublime oração que JESUS fez na Cruz por seus algozes. Amém.

Senhor JESUS, perdão e misericórdia. ( dez vezes).

Não nos deixeis cair em tentação

Eu Vos suplico, ó Eterno PAI, que perdoeis as almas do purgatório por não terem resistido aos seus vícios e concupiscências, por terem-se muitas vezes deixado cair nas ciladas do demônio e da carne, por se terem visto, por culpa própria, metidas em grande número de más ações.

Por essa multidão de pecados, ofereço-Vos a vitória gloriosa com a qual JESUS CRISTO venceu o mundo e o demônio. Ofereço também, a Sua santíssima vida com os Seus trabalhos e fadigas; com a dolorosíssima Paixão, morte na Cruz e gloriosa Ressurreição. Amém.

Senhor JESUS, perdão e misericórdia. ( dez vezes).

Mas livrai-nos de todo mal.

Senhor, livra-as também de todo mal e de toda a pena pelos merecimentos do Vosso amado Filho e conduzi todos ao reino de Vossa glória, que sois Vós mesmo. Amém.

Senhor JESUS, perdão e misericórdia. ( dez vezes).

 

 

 

325. ORAÇÃO AO ETERNO PAI

 

No Domingo de Páscoa, dia 18 de abril de 1936, escreve a irmã Imaculada Virdis -- Jesus fala-me do amor que devo para com o Eterno e se queixa porque tantas almas não se interessam por Ele ou dedicam maior devoção aos santos. Depois continua dizendo-me.

Quando necessitas de alguma graça, recorre ao Eterno Pai, como nas tuas necessidades materiais recorres ao teu pai terreno. Freqüentemente rezarás em Sua honra o Pai-Nosso, e nas necessidades extraordinárias, rezarás quarenta, e Lhe oferecerás pelos quarenta dias de jejum que fiz, quando Eu estava sobre a terra”.

O Padre Rómolo Gasbarri, Diretor espiritual da Irmã Imaculada e Professor no Pontifício Seminário regional de Viterbo (Itália), organizou os quarenta “Pai Nossos” distribuindo-os em quarenta dezenas precedidas de um breve oferecimento. “Desejamos - escrevia ele - que ao menos almas boas, a exemplo da Irmã Imaculada, além de Jesus, comecem a amar sensivelmente o Eterno Pai e o Espírito Santo, infelizmente até agora tão esquecidos”.

Jesus ficou muito contente com isso e disse:

“Com esta oração os devotos alcançarão qualquer graça que pedirem: especialmente devem repeti-las as almas que desejarem progredir no espírito de mortificação. Existem muitas almas que não conseguem vencer os estímulos da gula: pois bem, com esta oração, tornar-se-ão vencedoras”.

1 . Eterno Divino Pai, humildemente prostrado diante da Vossa Divina Majestade, ofereço-Vos as cruciantes dores que sofreu o Coração Imaculado de Jesus, pela separação de sua Mãe, quando se retirou por quarenta dias no deserto, a fim de que todos aqueles que deixam o mundo e os pais, para corresponder ao chamado divino, alcancem de Vós a força para vencer toda separação e suportar tudo com santa paciência.

 

 

 

10 “PAI NOSSOS”

 

2. Eterno Divino Pai, humildemente prostrado diante de Vossa divina Majestade, ofereço-Vos todo o grande sofrimento do corpo imaculado de Jesus, causado pelo extenuante jejum de 40 dias e 40 noites, para reparar todos os pecados de gula e de intemperança, que muitos homens cometem ao satisfazer as doentias exigências de seu mísero corpo.

 

 

 

10 “PAI NOSSOS”

 

3 . Eterno Divino Pai, humildemente prostrado diante de Vossa Divina Majestade, ofereço-Vos todas as múltiplas e dolorosas provações e mortificações a que voluntariamente se submeteu o Imaculado Jesus, nos 40 dias de jejum no deserto, para reparar o espírito de mortificação e de desonestidade de muitos homens, e também para que as almas generosas suportem com paciência as provações, e abracem de boa vontade as cruzes que Nosso Senhor lhes manda.

 

 

 

10 PAI NOSSOS.

 

4 . Eterno Divino Pai, humildemente prostrado diante de Vossa Divina Majestade, ofereço-Vos as cruciantes dores que sofreu o Coração Imaculado de Jesus, durante os quarenta dias de jejum no deserto, prevendo que, não obstante os quarenta dias de jejum e os seus grandes sofrimentos, a maior parte dos homens se entregariam à intemperança e aos prazeres dos sentidos. Ofereço-Vos estas Suas grandes penas, para que os homens se arrependam dos seus pecados e imitem a Jesus, na vida de pobreza, na mortificação e na temperança.

 

 

 

326. INTIMIDADE COM DEUS

 

(Dag Hammarskjold - Diário íntimo)

 

Ó Deus, como é incrivelmente grande o que recebi e como é tão insignificante o que tenho a sacrificar! Prendestes-me dentro destes meus limites dos quais não posso fugir, para que me fosse mais fácil entregar-Vos tudo! Que o Vosso nome seja santificado, não o meu. Que o Vosso Reino se estabeleça, não o meu. Que a vossa vontade se faça, não a minha. Vós, que estais acima de tudo, mas que sois também um de nós, Vós que estais também em nós, que todos possam ver-Vos também em mim. Possa eu preparar o Vosso caminho, possa eu agradecer-Vos também em mim, possa eu agradecer-Vos por todos os dons, possa eu nunca esquecer as necessidades dos outros.

Guardai-me em vosso amor, assim como quereis que todos sejam conservados no meu amor. Que tudo em meu ser se transforme em Vosso louvor! Que eu jamais chegue a desesperar, pois estou em Vossas mãos e toda a bondade e força estão em Vós. Dai-me um espírito puro, para que eu Vos possa ver! Dai-me um espírito humilde, para que eu Vos possa ouvir! Dai-me um espírito amoroso, para que eu Vos possa servir! Dai-me um espírito fiel, para que eu possa permanecer em Vós! Alegro-me se Deus quer servir-se dos meus esforços para realizar sua obra. Não eu, mas Deus em mim. Amém. 327. LOUVOR A DEUS

Tu és Santo, Senhor Deus único, que fazes maravilhas.

Tu és forte, Tu és grande, Tu és altíssimo.

Tu és o Bem, todo Bem. Sumo Bem,

Senhor Deus, vivo e verdadeiro.

Tu és caridade e amor. Tu és sabedoria, Tu és humildade,

Tu és paciência, Tu és segurança. Tu és quietude,

Tu és consolação, Tu és alegria, Tu és formosura,

Tu és mansidão, Tu és nosso protetor, guarda e defensor.

Tu és nossa fortaleza e esperança.

Tu és nossa doçura, Tu és nossa vida eterna, grande e admirável, Senhor.

 

 

 

328. NOVO SALMO DA CRIAÇÃO

 

Permite que Te louvemos, ó Deus, em todos os mundos que criaste.

Permite que Te louvemos nas alturas dos anjos.

Permite que Te louvemos nas profundidades do fogo crepitante dos astros.

Permite que Te louvemos, ó Deus nosso, junto ao anjo que fecha o inferno.

Permite que Te louvemos, ó Deus, com as aves que gorjeiam, multicores e ruidosas, que alegram os olhos e os ouvidos.

Permite que Te louvemos, ó Deus, pelos ninhos das árvores, onde as avezinhas levantam seus pescoços implumes para a mãe que traz comida.

Permite que Te louvemos, ó Deus, com as aves poderosas, que voam sobre as águas do mar e levantam seu vôo até as geleiras de neves eternas.

Permite que Te louvemos, ó Deus, pelos animais da terra, grandes e pequenos cheios de ternura, ou cheios de força indomável.

Não os tires deste mundo. Deixa-os viver. E deixa que venham novas gerações, que, por sua vez, também Te louvem.

Permite que Te louvemos, ó Deus, Uno e Trino, pelos animais da terra.

Eles têm pés ágeis e belo aspecto.

Não os deixes perecer por causa dos animais grandes e poderosos que pisam tudo.

Mas também o animal grande tem um coração, e filhotes para defender.

Permite que Te louvemos em toda a extensão da terra, por tudo que voa e corre, nada e sobe das profundezas.

Tudo é propriedade tua: em toda a parte está o Teu dedo, que derrama beleza em penas multicoloridas, pões força nas asas e em fortes garras.

Em toda parte está o Teu amor, inescrutável e insondável.

Em todas as partes nascem filhotes, indefesos e cegos, que buscam leite junto à mãe.

Bendito sejas, Deus Uno e Trino, pelas rochas admiráveis das montanhas e das geleiras.

Bendito sejas pelas cascatas e rios caudalosos, pelas águas quietas, profundas e silenciosas.

Com muito carinho louvado sejas pelas fontes pequenas que dão água para que vivam os peixes.

Louvado sejas, meu Senhor, pelas tempestades sobre a terra e sobre o mar, pelas tempestades de areia dos desertos.

Louvado sejas, ó Deus glorioso, pelo esplendor de milhares de flores perfumadas, de lindas formas; não pára nunca essa floração e jamais será aniquilada.

E mesmo que Tu mandes uma devastação sobre um país, não durará muito; e irrompe uma primavera nova, e uma nova magnificência reina sobre a terra.

Permite que Te louvemos, ó Deus, pelos Teus anjos.

São poderosos e de aspecto admirável. São servidores de Tua vontade, lutadores por Tua Palavra, e se submetem, humildes, a Tuas ordens.

Prodigioso e eterno é Teu santo desejo, de elevar, cada vez mais, o homem.

E mesmo que ele caia, se se ajoelhar diante de Ti como um filho pródigo, Tu Te inclinas para ele com paciência e bondade, dizendo: Vem, filho, volta à inocência original, e eu te acolherei como um pai a seu filho.

Tua paciência com os homens é imensamente grande, ó Deus Eterno e Admirável.

Entretanto, o homem não a vê; e invade os campos, pisa as flores, caça as aves e destrói seus ninhos.

Um homem luta contra outro, e o submete a escravidão e o mete na prisão e o condena à morte.

Ninguém tem tanta paciência como Tu, ó meu Deus, e nunca cessará na terra o louvor imortal, por Ti.

Permite que Te adoremos por uma eternidade sem fim.

Faze que sobre a terra haja glória e louvor.

Até onde nossa vista alcança tudo é Teu, tudo é propriedade Tua, Tua mão repousa sobre todas as criaturas.

Glorificado sejas, e louvado, ó Deus. Três Vezes Santo, em cada oração que criaste para Tua glória.

Tu queres estar eternamente conosco, ó Deus, Três Vezes Santo,

Tu, Três vezes Santo, Admirável, Tu, nossa bem-aventurança.

Ó Três Vezes Santo, Três vezes admirável,

Três vezes Divino, Inefável Deus. Amém.

 

 

 

329. REFLEXÃO

 

Eu pedi a Deus que me desse força para que eu pudesse conquistar.

Fui feito fraco, para que aprendesse a humildemente obedecer.

Pedi saúde para que pudesse fazer grandes coisas. Foi me dada doença, para que fizesse coisas melhores.

Pedi riqueza, para que fosse feliz,

Foi me dada a pobreza, para que eu fosse sábio.

Pedi poder, para que merecesse o louvor dos homens.

Foi me dada a fraqueza, a fim de que sentisse a necessidade de Deus.

Pedi por todas as coisas, para que pudesse gozar a vida.

Foi me dada a vida para que pudesse gozar todas as coisas.

Não recebi nada do que pedi, mas recebi tudo o que ansiava: quase que apesar de mim mesmo, minhas orações não pronunciadas foram atendidas.

Sou entre todos os homens o mais ricamente abençoado.

 

 

 

 

Oração a São Rafael pelos doentes

 

Ficai conosco, ó Arcanjo São Rafael, chamado "medicina de Deus". Afasta para longe de nós as doenças do corpo e da alma e trazei saúde às nossas mentes.

 

 

Orações aos santos Arcanjos

 São Miguel Arcanjo, glorioso príncipe do céu, protetor das almas, eu vos chamo e invoco, para que me livreis de toda a adversidade e de todo o pecado, e me façais progredir no serviço de Deus, conseguindo-me Dele a graça da perseverança final, para que O vá possuir eternamente. Amém. Glorioso São Miguel, rogai por nós!  São Gabriel, glorioso Arcanjo, fortaleza de Deus, eu vos chamo e invoco, para que me alcanceis a fortaleza, para desprezar o mundo, vencer o demônio e dominar os meus apetites e paixões até o fim de minha vida, carregando a minha cruz de cada dia com fé, alegria, paz, resignação e ação de graças.

Glorioso São Gabriel, rogai por nós!

São Rafael, glorioso Arcanjo, medicina de Deus, eu vos chamo e invoco, para que cureis toda a cegueira e todas as enfermidades da minha alma, e me ajudeis a fugir dos pecados, que causam tantos males. Amém.   Glorioso São Rafael, rogai por nós!  São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate, sede nosso refúgio contra a maldade e as ciladas do demônio! Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos; e vós, príncipe da milícia celeste, pela virtude divina, precipitai no inferno a Satanás e a todos os espíritos malignos, que andam pelo mundo para perder as almas. Amém. Glorioso são Miguel, rogai por nós!

 

 

Rosário de São Miguel Arcanjo

 Modo de rezar este Rosário:

Deus, vinde em nosso auxílio. Senhor, socorrei-nos e salvai-nos.

Glória ao Pai...

- Primeira Saudação:

Saudamos o primeiro coro dos Anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos Serafins, para que o Senhor nos torne dignos de sermos abrasados de uma perfeita caridade. Amém. (Pai Nosso, 3 Ave Marias, Glória ao Pai)

- Segunda Saudação:

Saudamos o segundo coro dos Anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos Querubins para que o Senhor nos conceda a graça de fugirmos do pecado e procurarmos a perfeição cristã. Amém. (Pai Nosso, 3 Ave-Marias, Glória ao Pai)

- Terceira Saudação:

Saudamos o terceiro coro dos Anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos Tronos, para que Deus derrame em nosso coração o espírito de verdadeira e sincera humildade. Amém.

(Pai Nosso, 3 Ave-Marias, Glória ao Pai).

- Quarta Saudação:

Saudamos o quarto coro dos Anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel e do coro celeste das Dominações, para que o Senhor nos conceda a graça de dominar nossos sentidos e de nos corrigir das nossas más paixões. Amém. (Pai Nosso, 3 Ave-Marias, Glória ao Pai).

- Quinta Saudação:

Saudamos o quinto coro dos Anjos pedindo pela intercessão de São Miguel e do coro celeste das Potestades, para que o Senhor se digne proteger nossa alma contra as ciladas e as tentações do demônio. Amém. (Pai Nosso, 3 Ave-Marias, Glória ao Pai).

- Sexta Saudação:

Saudamos o sexto coro dos Anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel e do coro admirável das Virtudes, para que o Senhor não nos deixe cair em tentações, mas no livre de todo o mal. Amém. (Pai Nosso, 3 Ave-Marias, Glória ao Pai).

- Sétima Saudação:

Saudamos o sétimo coro dos Anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel e do coro dos Principados, para que o Senhor encha nossa alma do espírito de uma verdadeira e sincera obediência. Amém. (Pai Nosso, 3 Ave-Marias, Glória ao Pai).

- Oitava Saudação:

Saudamos o oitavo coro dos Anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos Arcanjos, para que o Senhor nos conceda o dom da perseverança na fé e nas boas obras, a fim de que possamos chegar a possuir a glória eterna do paraíso. Amém. (Pai Nosso, 3 Ave-Marias, Glória ao Pai).

- Nona Saudação:

Saudamos o nono coro dos Anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel e do coro celeste de todos os Anjos, para que sejamos guardados por eles nesta vida mortal, para sermos conduzidos por eles à glória eterna do céu. Amém. (Pai Nosso, 3 Ave-Marias, Glória ao Pai).

- Reza-se no fim:

Um Pai Nosso em honra a São Miguel Arcanjo. Um Pai Nosso em honra a São Gabriel. Um Pai Nosso em honra a São Rafael. Um Pai Nosso em honra a Nosso Anjo da Guarda. Gloriosíssimo São Miguel, chefe e príncipe dos exércitos celestes, fiel guardião das almas, vencedor dos espíritos rebeldes, amado da casa de Deus, nosso admirável guia depois de Cristo, vós cuja excelência e virtude são eminentíssimas, dignai-Vos livrar-nos de todos os males, nós todos que recorremos a vós com confiança, e fazei, pela vossa incomparável proteção, que adiantemos cada dia mais na fidelidade e perseverança em servir a Deus. - Rogai por nós, ó bem-aventurado São Miguel, príncipe da Igreja de Cristo. - Para que sejamos dignos de Suas promessas.

 

Oração:

Deus todo poderoso e eterno, que, por um prodígio de bondade e misericórdia para a salvação dos homens escolhestes para príncipe de Vossa Igreja o gloriosíssimo Arcanjo São Miguel, tornai-nos dignos, nós vo-Lo pedimos, de sermos preservados de todos os nossos inimigos, a fim de que na hora de nossa morte nenhum deles nos possa inquietar, mas que nos seja dado sermos introduzidos por ele na presença da Vossa poderosa e augusta Majestade, pelos merecimentos de Jesus Cristo, Nosso Senhor. Amém.

Súplica ardente aos Santos Anjos

Deus Uno e Trino, Onipotente e Eterno! Antes de recorrermos aos Vossos servos, os Santos Anjos, prostramo-nos na Vossa presença e Vos adoramos: Pai, Filho e Espírito Santo.

- Bendito e louvado sejais por toda a eternidade!

 

Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, que tudo quanto por Vós foi criado Vos adore, Vos ame e permaneça no Vosso serviço! E Vós, Maria Rainha de todos os Anjos, aceitai benignamente as súplicas que dirigimos aos Vossos servos; apresentai-as ao Altíssimo, Vós que sois a medianeira de todas as graças e a onipotência suplicante, a fim de obtermos graças, salvação e auxílio. Amém. Poderosos Santos Anjos, que por Deus nos fostes concedidos para nossa proteção e auxílio, em Nome da Santíssima Trindade nós vos suplicamos:

 

 

- Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos por todas as chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo:

 - Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos por todos os mártires de Nosso Senhor Jesus Cristo:

- Vinde depressa, socorrei-nos! Nós vos suplicamos pela Palavra Santa de Deus:

- Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos pelo Coração de Nosso Senhor Jesus Cristo:

- Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos em nome do amor que Deus tem por nós, pobres;

- Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos em nome da fidelidade de Deus por nós, pobres:

- Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos em nome da misericórdia de Deus por nós, pobres:

- Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos em Nome de Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe:

- Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos em nome de Maria, vossa Rainha do Céu e da Terra:

- Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos em nome de Maria, vossa Rainha e Senhora:

- Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos pela vossa própria bem-aventurança:

- Vinde depressa, socorrei-nos! Nós vos suplicamos pela vossa própria fidelidade:

- Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos pela vossa luta na defesa do Reino de Deus:

- Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos:

- Protegei-nos com o vosso escudo!

Nós vos suplicamos:

- Iluminai-nos com a vossa luz!

Nós vos suplicamos:

- Salvai-nos sob o manto protetor de Maria!

Nós vos suplicamos:

- Guardai-nos no coração de Maria!

Nós vos suplicamos:

- Confiai-nos às mãos de Maria!

Nós vos suplicamos:

- Mostrai-nos o caminho que conduz à porta da vida: o Coração aberto de Nosso Senhor! Nós vos suplicamos:

- Guiai-nos com segurança à casa do Pai Celestial!

Todos vós, nove coros dos espíritos bem aventurados:

- Vinde depressa, socorrei-nos!

Anjos da vida:

- Vinde depressa, socorrei-nos!

Anjos do amor:

- Vinde depressa, socorrei-nos!

Nossos companheiros especiais e enviados por Deus:

- Vinde depressa, socorrei-nos!

Insistentemente vos suplicamos:

- Vinde depressa, socorrei-nos!

Porque o Sangue Preciosíssimo de Nosso Senhor e Rei clama que venhais em auxílio a nós, pobres: - Insistentemente suplicamos: vinde depressa, socorrei-nos! Porque o Coração de Nosso Senhor e Rei clama que venhais em auxílio a nós, pobres: - Insistentemente suplicamos: vinde depressa, socorrei-nos! Porque o Coração Imaculado de Maria, Virgem Puríssima e vossa Rainha, clama que venhais em auxílio a nós, pobres:

- Insistentemente suplicamos: vinde depressa, socorrei-nos!

São Miguel Arcanjo:

Vós, príncipe dos exércitos celestes, vencedor do dragão infernal, recebestes de Deus força e poder para aniquilar, pela humildade, a soberba do príncipe das trevas. Insistentemente vos suplicamos que nos alcanceis de Deus a verdadeira humildade de coração, uma fidelidade inabalável no cumprimento contínuo da vontade de Deus e uma grande fortaleza no sofrimento e na penúria. Ao comparecermos perante o tribunal de Deus socorrei-nos para que não desfaleçamos!

 

 

 


 

Fonte: Prof. Felipe Aquino - Editora Cléofas

Conheça os livros do  prof. Felipe Aquino e documentos da Igreja EDITORA CLÉOFAS,Caixa Postal 100 - CEP: 12600-970,  Lorena-SP, (0xx12)552-6566

Home Page: www.cleofas.com.br

Email : cleofas@cleofas.com.br

----------------------------------------------------------------

Copyright  2002 -  Paróquia do Divino Espírito Santo - Maceió/AL