| Um bom exemplo |

Página Inicial

28/03/04

MONS. PEDRO TEIXEIRA CAVALCANTE *

       Certo dia, eu estava no consultório de um médico, esperando a minha vez. De repente, entrou um cidadão, que me deu logo a aparência de conhecido. Ele se inscreveu na lista dos que queriam se consultar e veio sentar-se ao meu lado. Foi então que o reconheci. A conversa começou de imediato. Na verdade, era o meu velho amigo Armando Costa.
     Logo de início, o Armando tirou um livro da sacola de plástico e me apresentando, disse: “Este livro é muito bom; é para o senhor!” Ele já tinha dado um livro à atendente e me comunicou que trouxera outro livro para o médico. “Eu gosto, disse-me ele, de presentear a pessoas com livros. Comprei, certa vez, 400 livros e estou distribuindo-os como presente.”
     Confesso que fiquei admirado. Achei aquele gesto um apostolado cristão de grande valor. Imaginem só o bem que esse homem tem feito: quantas pessoas, ao ler os livros presenteados, não foram tocadas pela Palavra de Deus!
     Outro dia, alguém encontrou um livro em um dos bancos da igreja e veio me entregar, para que eu procurasse o dono. Abri-o na primeira página e li: “Deixei-o para você. Leia-o e passe adiante”.
     Quando a gente ama de verdade o Evangelho, encontra sempre novos meios e métodos para evangelizar e, certamente, que a boa leitura é um instrumento precioso para se conhecer e se viver a Palavra de Cristo. Se você tem livros sobrando na sua estante, livros que possam edificar e construir segundo o Evangelho de Jesus, não deixe a traça comê-los, mas passe-os adiante, porque, certamente, você está fazendo um apostolado maravilhoso e, sem dúvida, eles vão fazer um grande bem a alguém que está realmente precisando dele. No céu, essa ação será anotada para uma boa recompensa!


* É DOUTOR EM TEOLOGIA E VIGÁRIO-GERAL

Copyright  2004 -  Paróquia Divino Espírito Santo - Maceió/AL