| O Carmelo de Maceió |

Página Inicial

26/10/03

MONS. PEDRO TEIXEIRA CAVALCANTE *

       Carmelo é um convento, mais propriamente um  mosteiro, no qual algumas mulheres, ou  seja, as monjas, chamadas comumente de Irmãs  Carmelitas Descalças, vivem, no  silêncio, na oração e na penitência, sacrificando-se e doando-se  pela sua santificação e pela nossa felicidade.
      Muita gente pergunta por que em lugar de Carmelo não se constrói um hospital ou outra obra social. A resposta é simples. Ninguém duvida que um hospital e qualquer obra social é de grande utilidade, mas não podemos esquecer que delas já há muitas e que, outrossim, o mundo de hoje está doente, em grande parte, espiritualmente, e que muitas doenças físicas são conseqüência de enfermidades espirituais. Temos, pois, necessidade de hospitais e de uma obra social que cuide, especialmente, do espírito, do mundo espiritual da humanidade, o qual está profundamente sofrido e abalado.
       Além disso, já se fala demais, já se trabalha demais; faltam, porém, os princípios de ação, falta a base de nossa atividade e aqueles e esta só se adquire na contemplação. Não há, na verdade, nenhuma ação pastoral eficaz e profícua sem uma fundamentação concreta e profunda da contemplação. Sem oração não se trabalha correta e proveitosamente no Reino de Deus. Nesse sentido, o Carmelo será uma fonte geradora de força para a ação pastoral na nossa Arquidiocese.
       O Carmelo é, sem dúvida, um hospital espiritual. O Carmelo é um oásis no meio do deserto da nossa vida. O Carmelo é um pára-raios para a cidade, onde ele se localiza. O Carmelo é um pedacinho do céu neste vale de lágrimas, onde nós, degredados filhos de Eva, gememos e choramos na esperança da terra prometida. O Carmelo é o vale da paz, da alegria, da tranqüilidade. O Carmelo é um pólo de espiritualidade, donde se irradia a água viva, que jorra do coração do nosso Deus.
Quem, pois, pode negar a necessidade de se ter um Carmelo em Maceió? Aliás, quase todas as capitais brasileiras têm o seu Carmelo, enquanto nós, alagoanos, estamos privados, ainda, de um centro forte de espiritualidade, como é o Carmelo, embora já tenhamos duas casas de vida contemplativa.
       No Carmelo de Maceió, ação e contemplação; oração e trabalho; silêncio e comunicação; solidão e atendimento personalizado se juntarão, para transformá-lo numa verdadeira escola de líderes cristãos. Nosso Carmelo estenderá seu raio de atividade ao Centro de Espiritualidade Santa Teresinha, colaborando não somente com a oração e o culto, mas, também, com orientação e a parte alimentícia.
       Por tudo isso, os alagoanos devem se ufanar pela construção do seu “Carmelo Santa Teresinha”. Devem se ufanar e também colaborar com essa construção, porque seremos nós mesmos os primeiros a ser beneficiados por esse Carmelo. Colocado em uma parte privilegiada de nossa terra, com uma visão panorâmica verdadeiramente paradisíaca, o Carmelo, com suas constantes visitas, tornar-se-á, sem dúvida, não somente um centro de estudos e de progresso espiritual, mas até mesmo numa atração turística de Maceió.
       Agora, você pergunta: como posso ajudar o Carmelo? É muito simples, você pode depositar uma quantia qualquer no Unibanco, Agência 0293, conta 662214-7, em nome da Associação Beneficente Carmelo de Maceió. Ou, adquira seu carnê, para pagamento mensal, com o mons. Pedro Teixeira Cavalcante (Fones: 9971-1164 e 231-3130). Ou ainda, com qualquer oferta em dinheiro ou material de construção, entrando sempre com contato com o monsenhor Pedro.
     Que a Trindade Santíssima seja sempre louvada e que Maria e Santa Teresinha abençoem você e toda sua família.


* É DOUTOR EM TEOLOGIA E VIGÁRIO-GERAL

Copyright  2003 -  Paróquia Divino Espírito Santo - Maceió/AL