| Confiar nos homens? |

Página Inicial

22/02/04

MONS. PEDRO TEIXEIRA CAVALCANTE *

       O profeta Jeremias não mede o peso de suas palavras, quando, no capítulo 17 de suas Profecias, diz categoricamente: “Maldito seja quem confia num homem!” (Jr 17,5).
     À primeira vista, o Profeta pode parecer exagerado, mesmo porque ninguém pode viver nesta terra sem confiar em alguém. Sempre temos e teremos algumas pessoas de nossa confiança. Mas, o Profeta tem toda razão, se nós continuamos a leitura do versículo e completamos com o versículo sétimo: “Bendito quem confia no Senhor e nele busca seu apoio”.
     Na verdade, o que o Profeta quer nos dizer é que, não podemos nem devemos “procurar apoio na carne, afastando do Senhor nosso coração”(v.5). Não querer nem ter alguém em que se confie é uma barbaridade, mas colocar toda nossa confiança nas criaturas é uma barbaridade ainda maior. Há, portanto, um erro absurdo que é só confiar nas criaturas e há, por outro lado, uma verdade profunda que é confiar sempre no Senhor.
     Quando o Profeta amaldiçoa o que confia em um homem, ele nos lembra também que a nossa confiança nas criaturas não pode ser ilimitada e sempre, porque sempre existem a traição, o engano, a falsidade, a mentira. Não são poucos os que, porque confiam demasiadamente em uma pessoa, terminam decepcionados, porque na hora de maior precisão, foram abandonados e enganados. Com efeito, as criaturas são limitadas, imperfeitas, e, às vezes, egoístas e interesseiras. Eis por que muitas vezes nos decepcionamos com alguém, de quem esperávamos mais atenção e em quem depositávamos grande estima e admiração. Por essa razão, mesmo quando podemos confiar em uma pessoa, devemos sempre estar atentos para uma possível decepção.
      Com Deus, porém, a coisa é diferente. Ele é onisciente, onipotente e só nos quer o bem maior. Portanto, confiar nele e confiar nele totalmente é a solução, porque nunca sairemos enganados, decepcionados e tristes. Com Deus, sempre sairemos ganhando e ganhando muita paz e alegria, pois Ele não falha jamais.


* É DOUTOR EM TEOLOGIA E VIGÁRIO-GERAL

Copyright  2004 -  Paróquia Divino Espírito Santo - Maceió/AL