| A BÍBLIA |

Página Inicial

08/09/02

MONS. PEDRO TEIXEIRA CAVALCANTE *


    Falar sobre a Bíblia em duas dezenas de linhas é muito arriscado, porque é, até certo ponto, uma ousadia, todavia, aqui vão algumas observações pelo menos ilustrativas.
    A Bíblia é uma coleção de livros, como todos já sabem, mas o que nem todos sabem é que esses livros foram inspirados por Deus e que eles foram escritos por homens das mais variadas categorias e em tempos e lugares realmente distintos e distantes. Os seus escritores foram sacerdotes, estadistas, reis, operários, homens do campo, funcionários, pescadores, médicos etc. Não podemos esquecer outrossim que os livros sagrados foram escritos nos mais variados lugares e situações, como nas prisões, no deserto, nos palácios e no exílio. Também foram usados pelo menos três idiomas, o hebraico, o aramaico e o grego. Tudo somado, a Bíblia, escrita em mutirão, levou cerca de 1600 anos para se completar. Podemos dizer, por fim, que o autor da Bíblia é Deus; que seu grande intérprete é o Espírito Santo, que seu tema principal e central é Jesus Cristo; que seu guarda fiel é a Igreja de Jesus Cristo.
    A Bíblia é a auto-revelação de Deus, isto é, Deus que se revela de uma maneira escrita para todos os homens de todos os tempos. Aqui está justamente sua importância, isto é, na Bíblia nós não revelamos Deus, mas ele mesmo se revela a nós.
    Por isso, a Bíblia deve ser lida constantemente, deve ser meditada e refletida todos os dias, deve ser nosso livro de oração e de encontro pessoal e íntimo com Deus. Assim, nenhum cristão pode deixar de possuir, de ler e de conhecer a Bíblia.
O seu conhecimento, é verdade, não é fácil por causa de todas as circunstâncias que acompanharam sua formação, todavia os que não sabem nem podem acompanhar os mais atuais e sérios estudos bíblicos, podem certamente descobrir na Bíblia, pela oração, um manancial e um tesouro inesgotável, no qual o homem poderá encontrar a luz da sua vida e o farol da sua caminhada.
(*) É DOUTOR EM TEOLOGIA E VIGÁRIO GERAL

Copyright  2002 -  Paróquia Divino Espírito Santo - Maceió/AL