| Pastoral da Alfabetização |

Página Inicial

02/02/03

MONS. PEDRO TEIXEIRA CAVALCANTE *

     Todo brasileiro sabe que o Brasil tem um número altíssimo de analfabetos. Todo alagoano sabe que nosso Estado é campeão brasileiro de analfabetismo. Todo mundo sabe que é preciso fazer alguma coisa para reverter essa situação.
      É claro que a educação do povo é dever do governo. Para isto também se pagam os impostos. Mas a sociedade não é só o governo e se o povo de uma nação esperar que o governo cumpra perfeitamente seu papel e se esquivar de participar, a vaca vai, certamente, para o brejo. Por isto, cada brasileiro, cada alagoano tem de participar do mutirão pela alfabetização dos nossos compatriotas, porque sem estudo nunca haverá desenvolvimento nacional e, conseqüentemente, nunca venceremos a miséria e a fome deste país.
       A Igreja Católica sempre foi um baluarte da educação e da instrução dos povos. Foi, por exemplo, na Idade Média, tão injustamente criticada e menosprezada, que nasceram as escolas ao lado das catedrais e, posteriormente, as primeiras universidades. Foi quando a cultura e o estudo tinham praticamente desaparecido na sociedade profana, que os mosteiros e convento sustentaram e desenvolveram o conhecimento das Letras, da Filosofia, da Teologia e das Ciências.
        A Igreja, portanto, sempre se interessou pela alfabetização dos povos e é por isto que muitas paróquias, como a de Jatiúca, tem sua Pastoral da Alfabetização. Muitos adultos já passaram pelos bancos de uma sala da nossa paróquia e deles saíram lendo, com alegria, a Bíblia. Educadoras abnegadas dão o melhor de si para que, a cada ano, um grupo de analfabetos se torne conhecedor das letras e das palavras e possa ler e freqüentar as escolas complementares.
       Neste ano de 2003, estamos para recomeçar nossos trabalhos. Já convidamos várias vezes na Igreja as pessoas analfabetas para se matricularem e, por incrível que pareça, ainda não temos um só aluno. Todavia, estamos esperando os candidatos e, no dia 10 de fevereiro, vamos abrir as portas da nossa sala de alfabetização.

 


* É DOUTOR EM TEOLOGIA E VIGÁRIO-GERAL

Copyright  2003 -  Paróquia Divino Espírito Santo - Maceió/AL